Sensor de Detonação

Os sensores de detonação têm a função de proporcionar um melhor desempenho e economia dos motores. No ciclo Otto, este sensores permitem que o ponto de ignição trabalhe o mais próximo possível do ideal. Já no ciclo Diesel, ficam mais próximos do limite de detonação.

Este tipo de sensor é constituído de uma massa metálica e uma cerâmica piezoeletrica que, ao vibrar, gera um sinal elétrico. A NTK possui dois tipos de sensores de detonação:

– Sensores tipo KN. Estes sensores, não ressonantes, possuem ampla faixa de trabalho entre 5 e 15 kHz. Podem ser aplicados em vários tipos de motores e sua frequência de detonação é determinada durante a calibração do motor.

– Sensores do tipo KR. São sensores ressonantes com sinal gerado em uma frequência específica de trabalho. Devido a esta característica, os sensores do tipo KR são desenvolvidos especificamente para cada tipo de motor.

Os sensores de detonação possuem um torque específico de aperto. A alteração do torque pode afetar o sinal gerado pelo sensor. A NTK recomenda o torque de 2,0 a 2,5 Kgf.m e não recomenda a utilização de graxa ou arruelas na montagem do sensor de detonação.

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Para mais informações sobre quais tipos de cookies você pode encontrar nesse site, acesse “Definições de cookies”. Ao clicar em “Aceitar todos os cookies”, você aceita o uso dos cookies desse site
Definições de cookies