19.06.2013

Revisão de cabos e velas diminui risco de pane na estrada

A revisão de itens de segurança do veículo é essencial antes das férias de julho. Além de freios, lâmpadas, sistema de arrefecimento, pneus, extintor e palhetas, um procedimento que reduz os riscos de panes na estrada é a revisão de velas e cabos de ignição. Quando esses componentes estiverem desgastados, o carro pode apresentar problemas de funcionamento. Os mais comuns são falhas durante a retomada de velocidade, dificuldade na partida do veículo, aumento do consumo de combustível e das emissões de poluentes. O alerta é da NGK, maior fabricante e especialista em velas de ignição do mundo.

Outro importante benefício da manutenção preventiva é evitar o desgaste prematuro de componentes do veículo e gerar economia, porque o valor do reparo, na maioria das vezes, é mais caro. Com a proximidade do período de férias, a revisão em uma oficina de confiança torna-se primordial, para garantir uma viagem tranquila e evitar possíveis transtornos, uma vez que, em trajetos mais longos, aumenta-se o risco de falhas durante ultrapassagens e retomadas.

A NGK recomenda a remoção das velas de ignição para inspeção a cada 10.000 km. Velas de ignição com a vida útil ultrapassada podem danificar outros componentes, como cabos, bobinas, transformador, distribuidor e, até mesmo, o catalisador. “A NGK aconselha que a inspeção seja realizada por profissionais capacitados, que poderão diagnosticar possíveis problemas de funcionamento do motor, pelo estado de conservação das velas, após uma simples análise visual”, explica Hiromori Mori, técnico da Assistência Técnica da NGK.

Vale ressaltar a necessidade de equipar o veículo com peças corretas, já que cada um possui modelos de vela e cabo de ignição apropriados, conforme descrito na Tabela de Aplicação da NGK ou especificado no manual do proprietário. “A utilização de peças inadequadas pode comprometer e danificar vários outros componentes. Além disso, a troca deve ser feita por um profissional qualificado”, ressalta Hiromori Mori.

A Tabela de Aplicação de velas, cabos de ignição e sensores de oxigênio NGK pode ser acessada pela internet, no site www.ngkntk.com.br. Para mais informações, a NGK do Brasil disponibiliza o email duvidas@ngkntk.com.br e o Serviço de Atendimento ao Consumidor da NGK do Brasil, pelo telefone 0800 197 112 (ligação gratuita).

Cabos de Ignição
Os cabos de ignição conduzem a alta tensão produzida pela bobina (transformador) até as velas, sem permitir fuga de corrente. A checagem dos cabos deve ser realizada a cada 60 mil quilômetros ou a cada três anos. Para automóveis movidos a GNV – Gás Natural Veicular –, as revisões têm de ser a cada 30 mil quilômetros.

Download

< Voltar